Auditoria na Terceirização

Auditoria na Terceirização

 

A terceirização é cada vez mais utilizada. Para que essa forma de contratação de serviços tenha êxito, é necessário o cumprimento de alguns procedimentos e regras básicas.

 

Um dos procedimentos que devem ser observados é se a empresa possui uma gestão de contratos eficaz. Se utiliza algum software de controle para executar a tarefa. Controles manuais são falhos na maioria das vezes.

 

Uma regra que deve ser adotada é que seja aberta um grupo de contas específicos na contabilidade para a contabilização destes contratos. Uma conta contábil para cada contrato. Seja ele de vendas ou compras.

 

O objetivo deste trabalho é informar procedimentos de auditoria sobre as principais características da terceirização e alertar sobre os cuidados que se devem ser tomados ao contratar prestadoras de serviços, a fim de se evitarem riscos futuros.

 

Os contratantes de serviços terceirizados são co – responsáveis pela mão – de – obra terceirizada em suas dependências perante reclamações trabalhistas.

 

Isto significa que poderão responder por dívidas trabalhistas e previdenciárias de empregados que trabalhem em suas instalações, embora vinculados a empresas de prestação de serviços.

 

Atualmente, outro fator que merece destaque na contratação de terceiros é a retenção tributária, ou seja, retenção de INSS, PIS, COFINS, CSLL, ISS e IRRF.

 

A contratante não efetuando as respectivas retenções, em procedimento de fiscalização tributária, deverá recolher os tributos, mesmo que não os reteve.

 

Uma boa gestão de contratos de terceirizados deve obedecer alguns princípios. Observe:

http://www.valdecicontabilidade.cnt.br/wp/468-2/depto-pessoal/terceirizacao/