Gestao Empresarial

Gestão Empresarial

Gestão empresarial é definido como um conjunto de ações e estratégias aplicadas em uma micro ou pequena empresa, utilizando técnicas de administração para a estruturação dos processos internos e em todas as áreas da empresa.

 

Observe o fluxograma administrativo em um escritório de contabilidade.

 

Nele observamos os departamentos de:

Gestão: normalmente é o contador responsável;

Administrativo e Financeiro: ou um sócio minoritário ou um pessoa de extrema confiança ocupa este cargo;

Contábil, fiscal, pessoal e legalização e consultoria: normalmente pessoas altamente qualificadas e capacitadas.

 

Em uma micro e pequena empresa, podemos reduzir os níveis e veremos que uma hierarquia mais “enxuta”, observe:

 

 

Temos:

Diretor: normalmente o dono da empresa ou alguém nomeado por ele;

Gerente Financeiro: pessoa de confiança que vai gerir os recursos financeiros da empresa

Gerente de Fabricação: um engenheiro de produção ou até mesmo uma pessoa que entende do que a empresa produz.

Podemos ter outras gerencias tais como: Administração, Comercial, etc.

Podemos formatar a estrutura hierárquica de uma empresa da forma que desejarmos.

 

Empresas onde se encontra um menor número de níveis no organograma, encontra-se também uma gestão moderna com líderes preocupados mais com os resultados e menos com o poder.  Esta é a  gestão moderna e eficiente.

 

Gestão não é uma opção, é uma das responsabilidades básicas de um empresário que “ama o que faz”, você tem que cuidar de sua empresa, portanto fazer a gestão é o mínimo que se espera de você.

 

Em micro e pequenas empresas podemos destacar como objetivos principais da gestão empresarial:

A)  Estruturar o funcionamento, setores e processos da empresa;

B) Fazer a gestão de funcionários e fiscalizar através do setor de Recursos Humanos a produtividade;

C) Analisar e criar estratégias para o financeiro da empresa, visando um melhor desenvolvimento e expansão, focando em atingir os objetivos previamente estabelecidos;

D) Criar o plano de negócio e planejamento estratégico, bem como alterá-lo no decorrer dos processos se existir a necessidade;

E) Manter a empresa em constante crescimento;

F) Fiscalizar o marketing externo e exposição da imagem da marca;

G) Controlar os fornecedores e compras de matéria prima, evitando desperdício e mantendo o estoque dentro dos padrões estabelecidos;

 

Temos dois modelos de gestão que são bastante conhecidos e que conseguem suprir a necessidade de várias organizações:

 

A) Tradicional: busca estabilidade, a “zona de conforto” para os empregados e retorno financeiro planejado e esperado pelos acionistas. Para isso, precisam de processos rígidos, metas bem determinadas e comando-controle.


B) Moderno:
as práticas da gestão moderna foram elaboradas em torno de um pequeno aglomerado de princípios essenciais e do uso de recompensas providas de circunstâncias externas para moldar o comportamento humano.

Padronização: Reduzir desvios;

Especialização: Agrupar atividades semelhantes em unidades;

       – Hierarquia: Pirâmide de autoridade;

Planejamento: Prever a demanda, orçar recursos e programar tarefas;

Controle: Controlar e corrigir os desvios do plano de negócios.

 

 Para escolher o melhor para cada caso, é importante que os gestores definam as seguintes características:

A) Como a empresa vai se portar diante do mercado?

B) Como a empresa conduzirá seu trabalho?

C) Como a empresa se organizará?

D) Como ela alcançará suas metas e objetivos?

E) Como produzirá seus serviços e produtos?

F) Como os processos empresariais serão integrados?

G) Como a empresa reagirá diante de situações adversas?

 

Para entender ainda mais a sua empresa, recomendo esta ferramenta:

 

 

No endereço abaixo, temos um software on line e gratuito para montar e atualizar o seu “canvas”:

http://www.sebraecanvas.com

 

Quando falamos em gestão empresarial, é importante observar os seguintes fatores:

 

Informações

As informações são fundamentais para evitar surpresas desagradáveis, devem ser precisas e atualizadas e utilizadas nas tomadas de decisões.

É necessário que as informações sejam compartilhadas com agilidade em seus negócios e com os colaboradores.

 

Neste ponto recomendo uma contabilidade completa para o seu negócio. E contabilidade completa significa:

http://www.valdecicontabilidade.cnt.br/wp/468-2/contabilidade-2/contabilidade-para-prestadores-de-servicos

 

Conhecimento

Perspectiva de ampliação no processo de formação da estratégia na organização.

Valores intelectuais.

Os recursos humanos são determinantes para que um negócio se torne um gerador de riquezas.

      

 

Inovação

Visão do gestor de uma organização, inovador de negócios.

Estratégias modernas visando o  sucesso e o desempenho da administração.

Treinamento dos colaboradores, para estar na frente do mercado concorrente.

Ideias criativas e inovadoras.

 

Persistir

É manter o foco, a firmeza de propósitos, terem a confiança em si próprio, lutar para atingir as metas estabelecidas com sucesso.

Ser eficiente e eficaz, participativo com toda a equipe.

É acreditar naquilo que faz e não desistindo do propósito, sendo flexível as mudanças.

 

Relacionamento

É fundamental em uma organização um bom relacionamento da equipe de trabalho, para que tenha uma boa produção, para isso deve ter também uma ótima comunicação.

O papel da liderança é de extrema importância, o líder deve ser democrático.

Mas não podemos esquecer que em todas as organizações deve ter submissão, pois tem o líder e seus comandados, quando não tem a submissão ocorre um desequilíbrio na administração da empresa.

 

Liderança

O líder deve ser capacitado, para interagir com as pessoas de uma forma de motivá-los para realização de suas tarefas, obrigações e alcançando os resultados planejados pela organização.

O líder deve ser democrático, é aquele que impulsiona, estimula, ensina, ajuda, decide e delega, e por outro lado seus comandados podem colaborar, participar, sugerir.

 

O líder atual deve ser eficaz e ter os seguintes princípios:

– Persistente em seus propósitos;

– Ser participativo:

– Focar nos resultados

– Buscar a satisfação dos clientes.

 

Benefícios da gestão empresarial

O sistema de gestão empresarial tem a função de acompanhar os processos e garantir que a empresa alcance seus objetivos medindo os resultados, corrigindo falhas e reposicionando o negócio no caminho previsto.

Por outro lado, o planejamento de um negócio serve para demonstrar como se espera que a empresa seja e funciona como um passo a passo para guiá-la onde se deseja.

Ele é importante para prever riscos, oportunidades, soluções e resultados possíveis.Já a execução vai mais afundo e entra no campo operacional onde tudo o que foi planejado é colocado em prática.

Você ainda não utiliza um sistema de gestão empresarial no seu negócio? Listamos os principais benefícios. Acompanhe:

 

A gestão empresarial para além do operacional

Focar somente nos processos produtivos do negócio leva o gestor a fechar os olhos para os resultados e ignorar todas as ferramentas e técnicas existentes para otimizar e torná-lo ainda mais lucrativo.

Um sistema de gestão empresarial te leva para conhecer o negócio além do operacional e mostra, através de métricas, dados e pesquisas, o que está funcionando bem e o que pode ser melhorado.

Ele permite alinhar a produção com as estratégias gerenciais para se alcançar os resultados pretendidos de forma mais rápida e sem perder a qualidade.

 

O sistema de gestão empresarial como visão estratégica

Além de contribuir para a redução de desperdícios e melhorar o tempo e a qualidade da produção, o sistema de gestão empresarial permite que o gestor enxergue além dos muros da empresa.

É uma forma de descobrir as soluções mais criativas e inovadoras colocadas em prática no mercado, expandir conhecimentos do setor de atuação e trazer essas novidades para dentro do negócio.

A visão, antes reduzida ao operacional, ganha larga escala estratégica e possibilita visualizar o quadro geral do negócio, abrangendo todos os setores dele.

 

A gestão empresarial moldando o sistema do negócio

A empresa não deve ser moldada para se encaixar em um modelo de gestão empresarial em seus processos.

Isso faria com que ela perdesse a sua identidade e o gestor correria o risco de também perder o controle do planejamento desenvolvido no início.

O ideal é que o sistema de gestão empresarial se molde à organização para agregar benefícios e ajudar no desenvolvimento sustentável dela.

Por isso, fuja dos enlatados e padronizados.

Dê preferência para modelos gerenciais mais flexíveis e com melhores reações às mudanças de cenário.

 

A gestão empresarial aumenta o controle e a segurança

Os perigos que envolvem um negócio não estão restritos somente à falência gerada por concorrência ou má gestão dos recursos financeiros.

Eles existem também em forma de acidentes, perdas de dados na internet, dentre outros.

Assim, o sistema de gestão empresarial possibilita identificar, analisar e promover soluções para os riscos que envolvem o negócio.

Com um controle mais aprimorado, a segurança da empresa ganha um upgrade.

 

A estrutura da empresa adaptada para dispositivo móvel

Um sistema de gestão empresarial permite que toda a estrutura da empresa ganhe mais dinamismo nas operações ao torná-la adaptável aos mais diversos dispositivos móveis.

Com a ajuda da hospedagem em nuvem, o sistema da empresa pode ser acessado de qualquer lugar e a qualquer hora, bastando para isso apenas um ponto de acesso com a Internet.

Além da mobilidade, o sistema irá promover economia de custos com transporte e maior rapidez na realização de tarefas.

É importante lembrar que um sistema de gestão empresarial pode ser algo complexo para um profissional sem experiência e qualificação escolher e utilizar.

Por isso, conte com o apoio de uma empresa de tecnologia de informação e comunicação para ajudar nesse processo.

Ela poderá ajudar na escolha de um modelo mais adequado para o seu negócio e auxiliar na implementação dele, aumentando as suas chances de sucesso na estratégia.

Resumo

– Conheça o seu mercado;
– Conheça os seus clientes;
– Saiba se sua oferta resolve o problema dos seus clientes;
– Conheça o seu modelo de negócio;
– Faça a gestão financeira, desde já;
– Invista em marketing e vendas;
– Cobre seus clientes com profissionalismo;
– Esteja sempre dentro da lei.

 

Dá para fazer, é só querer!

 

Precisa de ajuda?

 

A V M Consultoria Contábil e Auditoria esta aqui para isto e pode te auxiliar.


Não tente fazer as coisas sozinho
, tenha sempre um contador e um advogado ao seu lado, pois estes dois profissionais irão te auxiliar nas partes fundamentais na elaboração do seu plano de negócios tais como: forma jurídica, enquadramento tributário, capital social, formas de captação de recursos, elaboração do contrato social, orientação quanto ao local onde pretende estabelecer sua empresa, ajuda na parte do planejamento financeiro, administração de colaboradores, etc.

 

Use o formulário de contato  e comece desde já a fazer as coisas de forma correta na montagem de seu futuro empreendimento.